segunda-feira, abril 24, 2006

O dia inicial inteiro e limpo

Lembramos a madrugada daquele dia em que a alegria explodiu em miríades de cravos vermelhos. Aquela madrugada do qual diz Sophia de Mello Breyner:

"Esta é a madrugada que eu esperava
O dia inicial inteiro e limpo
Onde emergimos da noite e do silêncio
E livres habitamos a substância do tempo"



Muitos dos significados do 25 de Abril têm sido discutidos e adulterados. Algo é indiscutível: foi-nos restituída a liberdade. E é sobre esse conceito de liberdade que esta canção de Sérgio Godinho versa. Certamente quase todos a conhecem. Canção datada? Talvez. Façamos hoje, por nós e como homenagem a todos os que tornaram Abril possível, uma reflexão sobre a actualidade do que Sérgio canta.






Liberdade

Viemos com o peso do passado e da semente
esperar tantos anos torna tudo mais urgente
e a sede de uma espera só se estanca na torrente
e a sede de uma espera só se estanca na torrente

Vivemos tantos anos a falar pela calada
só se pode querer tudo quanto não se teve nada
só se quer a vida cheia quem teve a vida parada
só se quer a vida cheia quem teve a vida parada

Só há liberdade a sério quando houver
a paz o pão
habitação
saúde educação
só há liberdade a sério quando houver
liberdade de mudar e decidir
quando pertencer ao povo o que o povo produzir



Tenham um bom feriado! Beijos e abraços nossos para todos.

menina graça
zé das loas

34 Comments:

Blogger Isabel Magalhães disse...

Bem escolhidos...




Sophia e Sérgio.



Tenham tb um bom feriado.

Um * e um :)

abril 24, 2006 7:43 da tarde  
Blogger DIAFRAGMA disse...

Há uma recordação quase mística que nunca poderei esquecer: a do ruído ensurdecedor de um Tanque de guerra a descer a R. do Ouro nesse fim de tarde, apenas disfarçado pelas vozes de muitas centenas de pessoas que o acompanhavam a cantar o Hino Nacional.

abril 24, 2006 7:49 da tarde  
Blogger FOTOESCRITA disse...

E eu lembro-me de ter sido acordada pelo telefonema de uns amigos, julgo que pelas 6 ou 7 da manhã, avisando que havia uma revolução. Liguei o gravador de cassetes para gravar as eventuais notícias que surgissem e mantive-me de ouvido à escuta, tentando perceber o que se ia passando. Foi um dia vivido entre o entusiasmo, a expectativa e algum receio de que alguma coisa corresse mal, com trocas de telefonemas, todos agarrados à televisão ou ao rádio.

abril 24, 2006 9:22 da tarde  
Blogger wind disse...

Espectacular post! Esta é das músicas que ficou e ficará. Não sei se estarei a ser pessimista, mas saúde e educação ainda andam muito mal:) bom 25 de Abril! Beijos para os dois*

abril 25, 2006 12:28 da tarde  
Blogger Belzebu disse...

Escolher Sophia é uma demonstração de claro bom gosto!

Sérgio será sempre um marco da liberdade e da coerência!

Parabéns!

abril 25, 2006 11:27 da tarde  
Blogger Cakau disse...

Para muitos é apenas mais um feriado, como outro qualquer.

Beijinhos *

abril 26, 2006 12:15 da tarde  
Blogger alfinete de peito disse...

Segundo nos contam, essa madrugada teve sem dúvida um outro sabor ;)

Beijos e Abraços dos Alfinetes!

abril 26, 2006 7:12 da tarde  
Blogger mixtu disse...

excelente escolha, deixo-te manuel alegre:

Abril de sim, Abril de Não
Eu vi Abril por fora e Abril por dentro
vi o Abril que foi e Abril de agora
eu vi Abril em festa e Abril lamento
Abril como quem ri como quem chora.
Eu vi chorar Abril e Abril partir
vi o Abril de sim e Abril de não
Abril que já não é Abril por vir
e como tudo o mais contradição.
Vi o Abril que ganha e Abril que perde
Abril que foi Abril e o que não foi
eu vi Abril de ser e de não ser.
Abril de Abril vestido (Abril tão verde)
Abril de Abril despido (Abril que dói)
Abril já feito. E ainda por fazer.

ps. agora fiquei confuso, estamos em 2006 ou 2007, yayaya

abril 26, 2006 9:23 da tarde  
Blogger BlueShell disse...

Gostei!

Dorme com os anjos e sonha em AZUL
BShell-0º0º0º0º0º0º0º0º0º0º0º0º0º0º0º0

abril 26, 2006 11:39 da tarde  
Blogger Catarino disse...

Será que o 25 de Abril é apenas mais um feriado? Ou será que ele já surtiu o efeito que tinha a surtir? Eu acho que não.
Sem dúvida que nos truxe coisas muito boas, mas será que nós portugueses soubemos crescer com o peso dess liberdade? Às vezes pergunto-me se não seria melhor uma revolução sangrenta e rdestruidora com foi aqui em Espanha, para que nós acordássemos e deixássemos de ser um país de interesses e interesseiros...
Não sei, a única coisa que sei é que o 25 de Abril ainda não cumpriu os seus propósitos e por isso, não vale de nada celebrá-lo, apenas mais um feriado como tantos outros, ou se calhar menos importante. Corrijo-me, apenas mais um dia para descansar, isso sim é importante...
Beijo para os dois...
E desculpem se fuim muito duro, mas é o que me vai na alma...

abril 27, 2006 1:04 da manhã  
Blogger batista filho disse...

Os laços que nos unem são bem mais fortes que muitos supõem...
O fim de uma ditadura é sempre motivo para comemoração. Os mais jovens, que não conheceram o peso e a crueldade de um regime de força bruta só podem ter uma idéia do que seja...
Mas a Liberdade há-de de ser conquistada no dia-a-dia. A elite, os oportunistas... sempre estarão a postos para recuperar o que acham que devem ter por direito "divino"...
Um abraço fraterno e solidário.

abril 27, 2006 2:54 da manhã  
Blogger Adryka disse...

Olá amiga, sabes que a única coisa que acho que restou do 25 de Abril? foi o poder de falar (até-ver), o resto amiga pura ilusão. bj

abril 27, 2006 8:38 da manhã  
Blogger polittikus disse...

Creio que ainda não descobri o que é liberdade...

abril 27, 2006 2:14 da tarde  
Blogger musalia disse...

beijos de Abril e da lembrança que é preciso conservar. e das conquistas, também, para que não se percam pelo caminho:)

abril 27, 2006 5:28 da tarde  
Blogger Nilson Barcelli disse...

Fizeste um excelente post sobre o 25 de Abril.
No texto e na música.
Beijos e bom fim-de-semana.

abril 28, 2006 10:16 da manhã  
Blogger TMara disse...

datado? Talvez. mas há valores intemporais. bjs. luz e paz em vosso caminhar

abril 28, 2006 5:39 da tarde  
Blogger menina graça disse...

isabel magalhães

Gosto muito de ambos. Por isso os escolhemos.
Desejo-te um bom fim de semana. Beijos

abril 29, 2006 7:27 da tarde  
Blogger menina graça disse...

diafragma

São momentos que nunca esqueceremos. Emoções que ficam com quem as viveu. Mas há que passar o testemunho. :)
Beijos

abril 29, 2006 7:29 da tarde  
Blogger menina graça disse...

fotoescrita

A minha primeira lembrança desse dia também é a do toque do telefone. Muito cedo, ainda era madrugada. Depois, foi a exaltação, a angústia e a euforia.
Beijos

abril 29, 2006 7:31 da tarde  
Blogger menina graça disse...

wind

Eu acho que esta música nos lembra que a liberdade engloba uma série de questões para além da simples liberdade de expressão, política ou religiosa, etc. Há questões fundamentais que, não estando resolvidas, não nos permitem ser livres.
Beijos

abril 29, 2006 7:36 da tarde  
Blogger menina graça disse...

belzebu

Gostamos ambos de Sophia. Incontornável referência na poesia portuguesa contemporânea.
Sérgio Godinho é uma paixão minha. E achei que esta canção dizia o que eu queria dizer neste 25 de Abril. :)
beijos

abril 29, 2006 7:41 da tarde  
Blogger menina graça disse...

cakau

Para muitos é, sim. Sobretudo para quem não o viveu. Mas quase tudo o que hoje damos como adquirido em termos de direitos e liberdades nos foi dado com o 25 de Abril. Por isso, achamos que é um feriado muito especial! :)
Beijos

abril 29, 2006 7:44 da tarde  
Blogger menina graça disse...

alfinete de peito

Acredita que sim! A madrugada, o dia, toda uma época talvez difícil de perceber por quem não a viveu.
Beijos, rapazes.

abril 29, 2006 7:47 da tarde  
Blogger menina graça disse...

mixtu

É mesmo esse "Abril já feito. E ainda por fazer." que nos deve levar a tentar realizá-lo na nossa vivência de todos os dias.
Confusa estou eu com as datas que pões nos teus posts... :))
Beijos

abril 29, 2006 7:52 da tarde  
Blogger menina graça disse...

blueshell

Espero que estejas bem. Vi por aí palavras tuas muito desanimadas. A vida é para a frente, linda... :)
Beijos

abril 29, 2006 7:53 da tarde  
Blogger menina graça disse...

blackscorpion

Tens todo o direito de dizer o que te vai na alma. Claro que esse direito, sabes de onde te vem...
Também tens razão em grande parte do que dizes. Mas, por muito que o que se seguiu a Abril tenha frustrado as nossas esperanças, nunca será só mais um feriado. Não para mim, não para muita gente. E é injusto para quem o fez com real pureza de intenções.
Beijos

abril 29, 2006 7:59 da tarde  
Blogger menina graça disse...

batista filho

Meu amigo, as tuas palavras não podiam ser mais acertadas. A liberdade, no sentido completo desta canção do Sérgio, é uma conquista de todos os dias, mesmo. E como tal tem que ser encarada.
Beijos

abril 29, 2006 8:02 da tarde  
Blogger menina graça disse...

adryka

Penso que, na minha resposta ao blackscorpion e no que disse o batista filho, tens a tua resposta. :)
Beijos

abril 29, 2006 8:05 da tarde  
Blogger menina graça disse...

polittikus


Vamos descobrindo, homem, vamos descobrindo... :))
Beijos

abril 29, 2006 8:06 da tarde  
Blogger menina graça disse...

musalia

Sempre atentos, não é? Muita coisa já se perdeu.
Beijo de Abril para ti também

abril 29, 2006 8:07 da tarde  
Blogger menina graça disse...

nilson

Obrigada! :)

Beijos

abril 29, 2006 8:11 da tarde  
Blogger menina graça disse...

tmara

Eu acho que é até muito actual. Mas certamente haverá quem considere esta música datada. :)
Beijos para ti.

abril 29, 2006 8:13 da tarde  
Blogger HatA/mãe disse...

Se toda a birlogueira fosse como a menina, mas a pikenada anda tudo doido

abril 30, 2006 7:55 da tarde  
Blogger Minhoca (moi-meme aussi...hoin,hoin) disse...

Fonicks, cheguei bem atrasado...sorry! Que venham muitos anos cheios de liberdade e vividos com responsabilidade. Tenho dito!!!!! Para o ano comento mais...hoin, hoin, hoin...

maio 01, 2006 10:12 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home